Domingo
23 de Fevereiro de 2020 - 

Controle de Processos

Previsão do tempo

Hoje - Brasília, DF

Máx
28ºC
Min
18ºC
Nublado e Pancadas d

Hoje - Fortaleza, CE

Máx
32ºC
Min
25ºC
Poss. de Panc. de Ch

Últimas notícias

Campanha de combate à violência contra mulher no Pré-Carnaval prossegue em Fortaleza

Nesta sexta-feira (14/02), a equipe do Juizado da Mulher de Fortaleza estará na avenida Monsenhor Tabosa, na Capital, a partir das 18h, dando continuidade à campanha de combate à violência contra a mulher durante o período de Pré-Carnaval. Eles distribuem leques educativos, exemplificam os tipos de violência e informam os números de telefone para denúncia. Com o slogan “Acerte o passo! Violência contra a mulher é coisa que eu não faço”, a iniciativa faz parte das ações realizadas pelo Juizado em datas comemorativas. O objetivo é orientar e sensibilizar a sociedade como uma medida de prevenção no combate ao crime contra o público feminino. “A campanha está tendo uma excelente receptividade por parte da população, as pessoas estão atentas às nossas orientações. Nossa equipe explica sobre os tipos de violência e o público acha importante essa aproximação para tirar dúvidas. Nossa intenção é realmente dar ampla pulgação sobre o tema”, afirmou a juíza titular da Unidade, Rosa Mendonça. A mobilização se encerra na noite deste sábado (15), quando a equipe estará às 18h no Bar da Mocinha, bairro Meireles, e às 20h30 no Aterrinho, na Praia de Iracema. Desde o começo da ação, no fim de janeiro, o Juizado da Mulher esteve nos pré-carnavais do Mercado dos Pinhões e dos bairros Benfica e Jardim das Oliveiras. A campanha tem o apoio da Associação Cearense de Magistrados do Ceará (ACM). MARCHINHA VENCEDORA Autora da letra da marchinha da campanha, a servidora lotada no Juizado da Mulher, Jord Guedes, foi a vencedora do Concurso de Marchinhas do Benfolia, com a música “Não Perca o Ritmo, Acerte o Passo”. A premiação foi um troféu e quantia em dinheiro. Também tiveram participação na composição da letra Paula Bessa e Mona Guedes. Segundo Jord Guedes, “o tema violência contra a mulher é muito pertinente. Eu sou feminista, e depois que fui trabalhar no Juizado, essa luta ficou mais forte”. Ouça aqui.
14/02/2020 (00:00)
Visitas no site:  61550
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.